Gina Rodriguez Brasil » Arquivos » Chat com Gina Rodriguez sobre possível nomeação ao Emmy

Gina Alexis Rodriguez é uma atriz americana de origem Porto-riquenha que tornou-se mais conhecida por seus papéis como Majo Tenorio no filme drama-musical Filly Brown e como Jane Villanueva na CW série de comédia-drama Jane the Virgin.

Saiba mais sobre gina rodriguez Clique aqui

Facebook Oficial

/HereIsGina

Twitter Oficial

@hereisgina

Instagram Oficial

@hereisgina
Siga Gina em suas redes sociais!
03
May
2017

O colunista do Gold Derby, Ralph Galvan, fez uma live através do YouTube onde aconteceu um bate-papo entre ele e Gina. Ela conta sobre sua possível nomeação ao Emmy e os desafios da terceira temporada em Jane the Virgin. Confira logo abaixo o vídeo em inglês, e em seguida a tradução do artigo:

“Seria uma bênção”, diz Gina Rodriguez, ganhadora do Globo de Ouro por interpretar a estrela de Jane the Virgin, em nossa recente conversa online sobre fazer história com sua possível primeira nomeação ao Emmy. Seria também a primeira nomeação da rede televisiva CW em uma categoria alta (veja acima). “Seria para os que nos apoiam”, ela continua, “e para Jennie Urman [criadora da série], porque ela cria um lugar tão mágico para nós podermos interpretar. Seria uma bênção, com certeza, mas é bizarro até se parar para pensar… Você apenas faz o seu trabalho, dá o seu melhor e é abençoado quando é reconhecido”.

Com sua terceira indicação ao Globo de Ouro na categoria de Melhor Atriz de Comédia na TV, Rodriguez fez história se tornando a primeira e única atriz da rede CW, UPN ou WB por ter três nomeações seguidas em um grande prêmio de televisão. Gina da os créditos à Jennie, pelo o que ela e os escritores têm dado à ela: “Sou abençoada por fazer uma série como essa, onde eu posso fazer vários personagens diferentes, sendo realidade ou fantasia. Posso fazer comédia ou posso fazer drama. É realmente como realizar um exercício todo dia, descobrir o que posso fazer e estender os limites”.

Esses limites têm sido indiscutivelmente estendidos mais do que nunca nesta terceira temporada. Como Jane teve que lidar com a perda de seu marido Michael, que se sucumbiu às complicações de um tiro, na metade da temporada. E o desafio que Gina teve de enfrentar, não foi apenas com Jane, também foi pessoal: “Foi definidamente uma temporada mais desafiadora porque foi devastador perder o Brett. Ele é meu parceiro na atuação, pareceu muito como a vida imitando a arte e a arte imitando a vida. Isso apresentou desafios e eu não pensei que estaria preparada. Porém quis pensar na situação como um desafio animador, porque eu sabia o porquê Jennie sempre teve isso em mente… foi porque a história de Jane é bem semelhante à vida real. Você quer que vida vá para um caminho e espera que vá por ali mesmo. Mas não vai. Então o que você faz para se ajustar à isso?”.

Com a perda consequentemente vem uma mudança radical. Em um movimento ousado, a história da série avança três anos. Jane tem que criar Mateo, que agora tem 4 anos, que não permite apenas que a série volte a ter seu toque de humor, mas também oferece um novo desafio divertido para Gina: “Ele responde pra mim na mesma hora… então eu tenho sempre que estar atenta. Eu não sou mãe mas imagino como é. Mães são super-heroínas, e eu tenho a chance de interpretar um pouquinho na TV, isso é muito legal”.

Para ouvir mais sobre Jane e Michael, a opinião de Gina sobre a série ser drama ou comédia e as respostas para algumas perguntas de fãs, assista nossa conversa exclusiva acima.

Vídeo: YouTube  |  Fonte: Gold Derby

Deixe um comentário