Gina Rodriguez Brasil » Arquivos » Autor de “Aniquilação” diz que o filme é “extremamente terrível” e “alucinante”

Gina Alexis Rodriguez é uma atriz americana de origem Porto-riquenha que tornou-se mais conhecida por seus papéis como Majo Tenorio no filme drama-musical Filly Brown e como Jane Villanueva na CW série de comédia-drama Jane the Virgin.

Saiba mais sobre gina rodriguez Clique aqui

Facebook Oficial

/HereIsGina

Twitter Oficial

@hereisgina

Instagram Oficial

@hereisgina
Siga Gina em suas redes sociais!
22
December
2017

Um dos filmes mais esperados atualmente em destaque é absolutamente Aniquilação (Annihilation). Não é só o segundo trabalho de direção do diretor de Ex Machina, Alex Garland, baseado no romance de Jeff Vandermeer que é tão assombrosa quanto convincente— e o garoto é convincente. A história segue a expedição de quatro mulheres que são enviadas para a misteriosa “Área X”, uma porção de terra nos Estados Unidos que está secretamente em quarentena devido à atividade anormal. Elas são a décima segunda expedição enviada à Área X em nome da misteriosa organização Southern Reach. A segunda expedição terminou em suicídio em massa, o terceiro em uma troca de tiros entre os membros do próprio grupo, e a décima primeira retornaram como meras sombras do que eram antes e, todos morreram de câncer pouco tempo depois de voltarem.

Para a adaptação do filme, Garland reuniu um conjunto impecável liderado por Natalie Portman, Jennifer Jason Leigh, Tessa Thompson, Gina Rodriguez e Oscar Isaac. Enquanto esperávamos que Annihilation chegasse aos cinemas em algum momento deste ano, a Paramount Pictures anunciou que não virá até 2018 por qualquer razão. Mas isso não significa que um corte do filme não existe, e o próprio Vandermeer o viu.

O autor foi recentemente convidado para o terrível poadcast do The Watch, no qual Andy Greenwald e Chris Ryan revisaram o livro e entrevistaram Vandermeer soobre seu romance, e ele ofereceu algumas provocações incrivelmente tentadoras sobre a adaptação de Garland, revelando que o filme (sem surpresa) terá algumas desvios do do livro (via The Film Stage):

A primeira coisa que percebi é que, embora Alex Garland diga que não é um autor, ele é um autor. Então, minha expectativa era não ter nada a ver com o filme e essa é a realidade. E ele escreveu o roteiro e foi gentil o suficiente para me manter por perto em todas as partes do processo, mas não para mim colocar meus dois centavos, basicamente. Era apenas para que eu soubesse o que estava acontecendo.

Quanto ao filme em si, Vandermeer teve elogios incrivelmente altos, o que me faz querer ver ainda mais isso:

Na verdade, é mais surreal do que o romance. Há alguns lugares em que eu estava tipo: “Eu talvez eu precise de uma âncora aqui”. O final é tão insensível e, de certa forma, diferente do livro que parece ser o tipo de final que, como 2001 ou algo como Isso, as pessoas estarão falando em torno do refrigerador de âgua por anos … Visivelmente, é incrível. Devo dizer isso e é tudo o que provavelmente devo dizer .

Se você já leu Aniquilação você sabe que é um inferno de leitura surreal, então ouvir Vandermeer dizer que o filme é ainda mais extremo é coisa de louco, e é exatamente o que eu queria ouvir. Vandermeer ofereceu um pouco mais na sua página do Facebook:

Eu não estou realmente certo do que tenho permissão para dizer sobre isso ou não dizer sobre isso, então vou continuar assim … Eu ainda estou compondo meus pensamentos e sentimentos sobre isso. Posso lhe dizer que é impressionante, surreal, extremamente bonito, extremamente horrível, e foi tão tenso que nossos corpos se sentiram doloridos e espancados depois.

Se você ainda não leu sugiro obtê-lo junto com outros dois livros da trilogia, Autoridade e Aceitação.

Fonte: Collider

Deixe um comentário